Seu Navegador não suporta javascript CGE - Controladoria Geral do Estado de Goiás - DNER e DNIT
Logo Goiás Inovador

DNER-EM 036/95: Cimento Portland – Recebimento e aceitação – Especificação de material. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-EM 367/97: Material de enchimento para misturas betuminosas – Especificação de material. Rio de Janeiro, 1997.

DNER-EM 373/2000: Microesferas de vidro retrorrefletiva para sinalização horizontal rodoviária – Especificação de material. Rio de Janeiro, 2000.

DNER-ES 282/97: Terraplanagem – Aterros – Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 1997.

DNER-ES 385/99: Pavimentação – Concreto asfáltico com polímero - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 1997.

DNER-ME 005/95: Emulsão asfáltica – Determinação de peneiração – Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1995.

DNER-ME 029/94: Solos – Determinação de expansibilidade – Método de Ensaio. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-ME 035/98: Agregados – Determinação de abrasão “Los Angeles” – Método de Ensaio. Rio de Janeiro, 1998.

DNER-ME 043/95: Misturas betuminosas a quente – Ensaio Marshall – Método de Ensaio. Rio de Janeiro, 1995.

DNER-ME 049/94: Solos – Determinação do índice de suporte Califórnia utilizando amostras não trabalhadas – Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-ME 051/94: Solos – Analise granulométrica – Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-ME 052/94: Solos e agregados miúdos – Dterminação de umidade com emprego “speedy” – Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-ME 053/94: Misturas betuminosas – Percentagem de betume - Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-ME 054/97: Equivalente de areia - Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1997.

DNER-ME 078/94: Agregado Graúdo – Adesividade e ligante betuminoso -Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-ME 080/94: Solos Análise granulométrica por peneiramento - Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-ME 082/94: Solos – Determinação do limite de plasticidade - Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-ME 083/98: Agregados Análise granulométrica - Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1998.

DNER-ME 084/95: Agregado miúdo – Deteminação de densidade - Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1995.

DNER-ME 086/94: Agregados – Determinação do índice de formar - Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-ME 091/98: Concreto – Ensaio de compressão de corpos-de-prova cilíndricos - Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1998.

DNER-ME 117/94: Mistura betuminosa – Determinação da densidade aparente - Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-ME 122//94: Determinação do limite deliquidez – Método de referência e método expedito - Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-ME 129/94: Solos – Compressão utilizando amostras não trabalhadas - Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-ME 201/94: Solo-cimento – Compressão axial de corpos-de-prova cilíndricos - Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1994

DNER-ME 202/94: Solo-cimento – Moldagem e cura de corpos-de-prova cilíndricos - Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-ME 216/94: Solo-cimento – Determinação da relação entre o teor de umidade e a massa específica aparente - Método de ensaio. Rio de Janeiro, 1994.

DNER-PRO 132/94: Inspeção visual de embalagens de microesferas de vidro retrorrefletivas - Procedimento. Rio de Janeiro, 1994.

DNIT 093/2006-EM: Tubo dreno corrugado de polietileno de alta densidade PEAD para drenagem rodoviária – Especificação material. Rio de Janeiro, 2006.

DNIT 015/2006-ES: Drenagem – Drenos subterrâneos - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2006.

DNIT 016/2006-ES: Drenagem – Drenos subsuperficiais - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2006.

DNIT 017/2006-ES: Drenagem – Drenos sub-horizontais - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2006.

DNIT 018/2006-ES: Drenagem – Sarjetas e valetas - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2006.

DNIT 020/2006-ES: Drenagem – Meios-fios e guias - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2006.

DNIT 021/2004-ES: Drenagem – Entradas e descidas de água - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2004.

DNIT 022/2006-ES: Drenagem – Dissipadores de energia - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2006.

DNIT 023/2006-ES: Drenagem – Bueiros tabulares de concreto - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2006.

DNIT 024/2004-ES: Drenagem – Bueiros metálicos sem interrupção do tráfego - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2004.

DNIT 025/2004-ES: Drenagem – Bueiros celulares de concreto - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2004.

DNIT 030/2004-ES: Drenagem – Dispositivos de drenagem pluvial urbana - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2004.

DNIT 031/2006-ES: Pavimentos flexíveis – Concreto asfáltico - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2006.

DNIT 049/2009-ES: Pavimento rígido – Execução de pavimento rígido com equipamento de forma deslizante - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2009.

DNIT 100/2009-ES: Obras complementares – Segurança no tráfego rodoviário – Sinalização horizontal- Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2009.

DNIT 101/2009-ES: Obras complementares – Segurança no tráfego rodoviário – Sinalização vertical - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2009.

DNIT 102/2009-ES: Proteção do corpo estradal – Proteção vegetal - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2009.

DNIT 104/2009-ES: Terraplanagem – Serviços preliminares - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2009.

DNIT 105/2009-ES: Terraplanagem – Caminhos de serviço - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2009.

DNIT 106/2009-ES: Terraplanagem - Cortes - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2009.

DNIT 107/2009-ES: Terraplanagem - Empréstimos - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2009.

DNIT 108/2009-ES: Terraplanagem - Aterros - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2009.

DNIT 137/2010-ES: Pavimentação – Regularização do subleito - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2010.

DNIT 138/2010-ES: Pavimentação – Reforço do subleito - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2010.

DNIT 139/2010-ES: Pavimentação – Sub-base estabilizada granulometricamente - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2010.

DNIT 140/2010-ES: Pavimentação – Sub-base do solo melhorado com cimento - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2010.

DNIT 141/2010-ES: Pavimentação – Base estabilizada granulometricamente - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2010.

DNIT 142/2010-ES: Pavimentação – Base do solo melhorado com cimento - Especificação de serviço. Rio de Janeiro, 2010.

Disponíveis em:

http://ipr.dnit.gov.br/normas-e-manuais/normas/especificacao-de-material-em/especificacao-de-material-em

e

http://ipr.dnit.gov.br/normas-e-manuais/normas/especificacao-de-servicos-es/especificacao-de-servico-es

 

CGE - Controladoria Geral Estado de Goiás Rua 82, Nº400, Palácio Pedro Ludovico Teixeira, 3º Andar, Setor Sul - CEP 74015-908 - Goiânia - GO Atendimento ao público: 8:00/12:00 e 14:00/18:00 (Seg. à Sex.) Telefone: (62) 3201 5354 | E-mail: cge@cge.go.gov.br

© 2019 - CONTROLADORIA GERAL DO ESTADO DE GOIÁS - Todos os direitos reservados