CGE finaliza primeira oficina sobre linguagem simples para tornar comunicação mais direta com o cidadão

A Controladoria-Geral do Estado (CGE) realizou nos dias 23 e 24 de novembro a primeira Oficina de Escrita Simples e Amorosa. Os encontros ocorreram por meio da plataforma Zoom, pela Escola de Governo de Goiás. Os 15 colaboradores que receberam a formação estão habilitados agora a colocar em prática uma nova forma de comunicação direta e objetiva no órgão, além de ser multiplicadores da metodologia para as áreas da CGE nas quais eles atuam.

 A proposta de se trabalhar com um Programa de Linguagem Simples e Amorosa surgiu de uma provocação do controlador-geral, Henrique Ziller, para quem o respeito e a confiança no outro devem estar na base das relações. Para Ziller, em muitos documentos oficiais é possível perceber uma linguagem ameaçadora e rebuscada. “É preciso mudar a linguagem para incentivar um novo modelo mental, construindo relações carinhosas e de respeito”, garantiu.

O Programa de Linguagem Simples e Amorosa, sob a coordenação das servidoras Fernanda Marra e Vânia Cristina da Silva, faz parte das atividades do Laboratório de Inovação da CGE, o Ctr+Lab. Durante a formação, os alunos tiveram contato com os princípios e diretrizes da linguagem simples.

Durante as atividades em grupo, reescreveram despachos para torná-los fáceis de ler e compreender a mensagem. Para Vania Cristina, uma das coordenadoras do programa, a oficina é o primeiro passo em direção a uma comunicação mais objetiva e gentil na CGE.

Controladoria-Geral do Estado (CGE) – Governo de Goiás